Blog

POR UMA NOVA DEFINIÇÃO E UMA NOVA CONSTRUÇÃO DE MUSEUS

Nos dias 01 a 07 de setembro de 2019 participei do encontro trienal promovido pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), do qual sou membro. O Conselho foi criado no ano de 1946 como uma ação para auxiliar na preservação e estruturação dos museus no mundo, estabelecendo diretrizes, orientações e práticas a serem adotadas por todas as instituições nos países membros. No encontro realizado em 2016 em Milão foi estabelecido que uma nova definição de museus seria discutida e apresentada para votação e aprovação no encontro de Kyoto.
Ao longo dos primeiros dias de setembro deste ano foi avaliado que apesar de ser uma discussão já em andamento pelos últimos três anos, por se tratar de um amplo campo, envolvendo países de todos os continente, não foi possível chegar a um acordo. O Conselho deliberou então que fosse prorrogado o prazo para se votar pela adotação de uma nova definição de museu. No Brasil em especial os museus tem vivido um momento de extremos nos últimos anos, com a tragédia do Museu Nacional de um lado e a perspectiva da reabertura do Museu Paulista nos próximos anos.
Precisamos mais do que nunca ampliar a discussão com a sociedade, tornar o conceito e o acesso aos museus cada vez mais pleno, geral e irrestrito.
Mais que uma definição ou termo que possa ser digitado e localizado no Google, precisamos de instituições que possam estar abertas aos desafios contemporâneos, que possam acolher a diversidade cultural de nossa sociedade e criar espaços para sua transformação.
Nos próximos dias novas matérias serão apresentadas, compartilhando os diversos temas e assuntos abordados durante o Encontro.
Assim, celebro a retomada das publicações no site e ao mesmo tempo seu papel como ferramenta para difusão de conhecimento e reflexão.
Para que os melhores dias sejam cada vez mais aqueles que vivemos hoje.